• DAP7

SEO: Como aplicar a ferramenta no meu site?

As estratégias de marketing caminham juntas, por isso, quando falamos de marketing de conteúdo, o SEO (Search Engine Otimization) deve fazer parte do seu desenvolvimento.


Confira algumas dicas para aumentar o engajamento no seu site com esta ferramenta.


Se você acompanha as nossas redes sociais, sabe que o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo são grandes aliados para nutrir e manter uma relação com seu lead. Essas ferramentas orgânicas trazem soluções para os problemas do seu cliente sem vender diretamente o produto, e nesse quesito entra o SEO, para facilitar essa rota até você.


Qual o objetivo do SEO?


Imagine o SEO como um GPS. Você pode até achar um caminho perguntando direções para pessoas na rua, mas é muito mais fácil quando tem um mapa em suas mãos. O SEO é basicamente um ponto de ligação com palavras-chaves, assuntos relacionados e temáticas que fazem o seu público-alvo conhecer sua marca e vê-la como uma referência na área.


O SEO é baseado em estratégias orgânicas, e como mencionamos antes, seu maior acompanhante é a criação de conteúdo. Isso porque o objetivo é aumentar o tráfego do site sem precisar investir em anúncios, trazendo credibilidade para sua página.

Existem diversas técnicas de SEO, neste artigo vamos tratar sobre as palavras-chaves, hiperlinks e gratificações.


Leia também: Inbound e Outbound Marketing: Como os conteúdos orgânico e pago podem melhorar o seu alcance


Palavras-chaves


No momento em que for criar um texto para seu site, seja uma descrição de produto ou um post para o blog, as palavras-chaves precisam ser inseridas. Na hora de escolher, você precisa pensar na sua persona e público-alvo.


O que seu cliente pesquisa que o fará chegar até você?


As ferramentas de busca vão muito além do Google. Você pode usar outros buscadores, assim como ferramentas de imagem e apoio. Já usou o Pinterest? O Pinterest é uma plataforma onde muitos artistas, designers e até mesmo autores buscam referências visuais para criar conteúdo. Ele é um dos sites que aparece com frequência nas ferramentas de busca. Neste quesito, o Pinterest pode ser alinhado às palavras-chaves com as descrições de imagem.

Você não precisa adicionar a hashtag #ParaCegoVer. Ao invés disso, quando for publicar uma imagem, carregue sua descrição no site, ilustre através de palavras o que está vendo.


Outra coisa legal e muito importante é na hora de publicar um artigo, adicionando um breve resumo e uma frase que facilite a pesquisa. Sua estrutura fica semelhante aos resultados do Google, mostrando um título e uma breve descrição.


Perguntas movem o mundo?


As perguntas podem ser inseridas no seu título e no corpo do texto. A maioria das pessoas utiliza questionamentos na hora de fazer uma busca. São essas dúvidas que levam o lead até você. Estamos todos à procura de respostas, no entanto, tudo irá depender da forma com que essa pergunta é criada.


Títulos, subtítulos e segmentações do texto também ajudam no seu SEO. Isso porque mostra o quanto é especialista no assunto, ilustrando diferentes aspectos de um tópico. Além de gerar uma melhor compreensão e localizar o leitor dentro do texto, subtítulos dão um grande descanso para a mente.


Neste artigo, por exemplo, estamos falando de SEO com sua estruturação e especificando diferentes ferramentas e caminhos que podem ser seguidos. Um texto longo e corrido se torna cansativo sem essas pausas. Os tópicos geram uma compreensão maior do que foi abordado até então, para seguir ao próximo assunto, facilitando sua relação com o SEO e melhorando a absorção de informações por parte do leitor.


Hiperlinks e sua importância no fluxo de engajamento


Quantas vezes você entrou em um portal de notícias e viu indicações de “Leia também”, ou assuntos relacionados marcados no texto? Aqui entra o maior objetivo dos hiperlinks: manter o lead dentro do site gerando um maior interesse e engajamento. Sugestão: adicione esses links em palavras-chave no texto.


Em caso de um site com apresentação dos seus produtos, crie a conexão entre problema ou solução. Imagine que é uma empresa de equipamentos eletrônicos; no seu blog tem um artigo sobre o que avaliar na hora de trocar de computador e, então, insira o link no termo que leva até a loja com o item buscado.


Leia também: Dia Mundial da Fotografia: A arte que influencia tendências e criatividade


Além de mostrar que é especialista no assunto com os prós e contras de cada marca e modelo apresentado, aponta sua loja como uma empresa potencial de compra.

Os hiperlinks podem levar para outros conteúdos e artigos do seu site, assuntos relacionados que geram interesse ao seu lead. O importante é encontrar um equilíbrio e não exagerar para que o Google não veja seu site como spam.


Todo mundo gosta de um brinde


Você já deve ter escutado aquele ditado popular: “De graça até injeção na testa”. Brincadeiras à parte, aqui podemos comparar ações dentro de uma loja ou compra de produto, aos “incentivos digitais”.


Todo mundo já escutou a clássica promoção: “Pague 1 e Leve 2”. Algumas campanhas em que na compra de um produto você leva o segundo pela metade do preço, ou, então, ao gastar um determinado valor, concorre a prêmios e ganha brindes exclusivos. São todas ações de incentivo.


Com conteúdo, pode-se traduzir essas ações para e-books e whitepapers, kits de mídia digital. São mais elaborados, com informações adicionais àquelas que passa de forma gratuita ao lead.


A estratégia mais comum é captar o e-mail da pessoa em troca desse arquivo, avisando que é uma troca entre as partes e que sua empresa irá mandar mais informações para ela. Lembre-se: isso tudo deve estar claro devido às regras da LGPD – Lei de Geral de Proteção de Dados.


Pessoas por atrás das ferramentas


No marketing sempre falamos que nosso papel é levar um lead de qualidade até a empresa, mas que o fator final de compra é um bom vendedor.


As ferramentas são grandes aliadas para nutrir e manter uma relação com seu cliente, pois levam informações importantes e traçam um perfil de quem está procurando seus produtos e serviços. Aqui entra o consultor da empresa, com o atendimento especializado e personalizado.


Leia também: Branding: Por que público-alvo e personas são tão importantes?


Pessoas têm dúvidas diferentes na hora de comprar um produto, as necessidades e desejos variam. O marketing aponta esses fatores do seu lead enquanto o vendedor traz os argumentos e diferenciais da empresa com o empurrãozinho que faltava para a compra.


Por isso é importante que o setor de vendas esteja alinhado ao que está acontecendo no marketing da empresa. Os vendedores podem apontar sugestões de assuntos e perspectivas do cliente direcionando o marketing, desde produtos e serviços sazonais, a campanhas de aniversário, datas institucionais e queima de estoque.


SEO para diminuir custos e aumentar sua autoridade


É importante lembrar que o SEO é um processo com resultados a longo prazo. Nesse aspecto, seu blog precisa ter uma continuidade. Crie conteúdo com frequência, não precisa ser diário ou algo feito às pressas.


A importância do SEO é gerar confiança e credibilidade, aliando técnicas com conteúdo. Uma sugestão que todos devem seguir é instigar a equipe a compartilhar esses conteúdos produzidos no seu site e nas redes sociais.


Conforme os fluxos aumentam, o valor investido em anúncios e conteúdo pago tende a diminuir. Esse dinheiro pode ser aplicado em outros tipos de ações, como participação em eventos, patrocínio e apoio a causas locais.


Gostou desse conteúdo? Então não esqueça de seguir a Dap7 e acompanhar nossas publicações nas redes sociais!